.

segunda-feira, 17 de março de 2014

No more pictures

Acabei de tomar a decisão: não vou mais publicar fotos minhas nos Estados Unidos no Facebook. Talvez, quando eu volte, publique fotos como as que todos publicam, família, amigos, etc. Explico-me sobre essa decisão no presente texto. Vamos por partes.
Quando ganhei a bolsa sanduíche para fazer o estágio doutoral na New York University, ainda não tinha certo em mente sobre como seria e o que faria. Sabia que iria viajar, pois minha tese doutoral é sobre Jornalismo Gonzo e Hunter Thompson, então, se é pra ficar em um quarto lendo e escrevendo a tese, não precisava ter saído do Brasil. Tendo isso em mente, aos poucos fui me organizando, COM A AJUDA DO MEU ORIENTADOR DA NYU. Então, fiz o seguinte: o semestre em que cheguei (2/2013) fiz três meses de curso de inglês, com aulas TODAS AS MANHÃS (foi até final de novembro) e duas disciplinas, uma do meu orientador oficial, Rodney Benson, e outra do meu orientador prático, Robert Boynton. Ou seja, de agosto a início de dezembro eu tinha aulas todas as manhãs de inglês e, na terça-feira, tinha aula manhã, tarde e noite, pois as duas disciplinas na NYU eram na terça. E, pra completar, na quarta participei de um grupo de conversação organizado por uma professora de línguas, que já devo ter comentado aqui... Enfim, de dezembro até final de fevereiro, como é público e notório, recebi a visita da minha família e, depois, no início de março, da minha irmã. Nesse período admito que dei mais atenção às visitas do que aos estudos. No entanto, agora chego a questão das fotos.
Como eu sou um idiota ingênuo, eu pensava em compartilhar o que estou vendo aqui com os outros. Sei lá, como eu sempre sonhei em vir pra cá (cogitava vir pra cá para fazer a pesquisa de campo tirando dinheiro do meu próprio bolso para ficar um ou dois meses), enfim, eu pensava que, publicando as minhas fotos no Facebook eu poderia ajudar alguém a conhecer um pouco mais os Estados Unidos e a cultura americana que, queiram ou não, influenciam A TODOS no Brasil, direta ou indiretamente. Eu, inclusive, procurei fotos e li blogs de pessoas que tinham vindo para cá fazer o sanduíche antes de mim, e isso me ajudou bastante. Então, pensava em fazer isso: compartilhar ao máximo as minhas experiências aqui. Mas, como nem tudo nessa vida funciona como a gente quer, acabou acontecendo o contrário: creio que 99% dos meus amigos no Face – talvez 100 - pensam que estou aqui fazendo só porra de turismo. Acontece que, quando eu ia em algum lugar em Nova York, por exemplo, eu postava as fotos que tirava, mas não postava as fotos de eu deitado na cama só de cueca lendo um livro ou estudando inglês ou indo na NYU para escrever artigos, etc. Então, a imagem que ficou? Eu fazendo turismo.
Eu até gostaria de poder publicar mais textos aqui e, justamente porque não dá tempo, eu achei mais fácil resumir tudo nas fotos, com legendas breves. Mas não funcionou. Como disse, estou indo para a Gonzofest, um evento literário de uma semana sobre Hunter Thompson em Louisville, cidade natal do escritor jornalista. Ou seja, 100% a minha pesquisa. Mas, como se eu postar fotos de Louisville e das cidades pela qual estou passando 99% das pessoas pensam que eu estou só na vagabundagem, na vida boa, o melhor é guardar para myself e postar apenas poucas fotos com texto no blog, onde posso explicar e contextualizar cada viagem, etc. Outra conclusão que tiro disso tudo: como eu desconfiava, tem muita gente que não pode ver alguém ganhando dinheiro, ou “ganhando a vida” fazendo o que gosta e se divertindo um pouco. Aliás, tem gente que não suporta isso, que apenas vale algum ganho material (porque essas pessoas geralmente só pensam no material) se você ficar lá, ralando horas, sendo infeliz, sofrendo para comprar uma porra dum carro financiado em cinco anos...
Bom, abro um parêntese aqui, porque eu comecei esse texto quando estava numa espécie de rodoviária em Pittsburgh e, de repente, tive que sair de onde estava e desligar o computador. E só agora, sei lá se um ou dois dias depois, voltei a escrever, dessa vez, em uma lancheriazinha no centro de Detroit. O que aconteceu nesses dois dias e nessas duas cidades vale um texto a parte. E também já antecipo que essa minha viagem para fora de Nova York e da Flórida, que são cidade muito turísticas dos Estados Unidos, já serviu para mudar muito a minha visão sobre o país e sobre os americanos.
Mas, enfim, apenas para finalizar a questão das fotos, como estava dizendo, vou parar de postá-las no Facebook e vou limitar a minha participação nas redes sociais às conversas de bate papo, aos comentários sobre futebol e ao compartilhamento daquelas fotos-piadas... E, vez em quando, um ou outro desabafo sobre assuntos gerais, como o que acabei de postar de que não aguento mais o frio. E, claro, a minha saudades que está cada dia maior da minha princesinha Larissa. Também tenho um texto inteiro a escrever sobre isso, pois o auge da saudades desde o início da minha viagem senti em um quarto em um hotel vagabundo de Detroit...
Enfim, por hora chega de devaneios. Então, é solamente isso.

5 Comentários:

  • Não esquenta Dudu. Tenho certeza que eu, o Sandro e mais alguns parentes tem bem vivo o que tu tá fazendo aí e sabemos que as fotos são nos horários de folga. O resto do povo, não dá bola. Já dizia um cara que não lembro o nome: "Os cães ladram e a caravana passa!" Fuck german!

    Por Blogger Marcos, às 18 de março de 2014 06:28  

  • Planet Hemp! auhauha. Kpas, o Truman capote tem um livro ocm esse título, mas não sei se foi ele que criou! auhauhau. bom, vou pensar no caso... por enquanto deixa eu curtir a vida adoidada em chicago! uahuahua

    Por Blogger Eduardo, às 18 de março de 2014 08:15  

  • fuck german! brasileiro é mesquinho mesmo, não tem jeito.

    gde abraço

    Por Blogger Zaratustra, às 18 de março de 2014 17:23  

  • Cara... Lamento ler esse teu post. Infelizmente tem muita gente que gosta de falar mal por esporte. Mas eu, faz tempo, adotei como regra na minha vida não dar bola para os outros. Abraço!

    Por Blogger Pietro Rubin, às 18 de março de 2014 17:29  

  • De minha parte, podicrê, jamais pensaria que estás perdendo tempo; ao contrário, estás ganhando; e as fotos são parte da nossa história. Só uma pessoa ignorante pra pensar isto. Vai em frente, e aproveita. Abraços sulinos.

    Por Blogger Lorení D. Corte, às 20 de março de 2014 10:51  

Postar um comentário

<< Home