.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Listas

Bom, após alguns dias de ausência, voltei. Estava votando na seleção do melhor time do Grêmio de todos os tempos no site da ZH, e lembrei de outras listas sobre os mais diversos assuntos feitas por intelectuais, celebridades, políticos, personalidades, etc. Como ninguém pede para eu fazer lista de nada, resolvi fazer dez listas de dez assuntos escolhidos aleatoriamente, e vou postá-las em duas partes de cinco. Não chega a ser as 10+ rigorosamente, mas são 10 coisas que me marcaram em cada categoria. E também não estão em ordem crescente nem decrescente, ou seja, não tem ordem nenhuma em nenhuma delas. Vamos às primeiras cinco listas:

10 dias que gostaria de reviver
- O dia em que eu nasci, pois depois de nove meses socado na barriga da minha mãe é indescritível a sensação de se ver a luz!
- O dia 15 de dezembro de 1996, quando o jogo entre Grêmio e Portuguesa estava 1 a 0 para o Grêmio, e o resultado dava o título do Brasileirão para os paulistas, e o Aílton entrou e fez o 2 a 0 aos 40 do segundo tempo num tirambaço de fora da área.
- O dia 12 de agosto de 2006, quando meu amigo Tiago Beck me ligou e tive mais ou menos o seguinte diálogo com ele:
“E aí meu, o que vai fazer hoje de noite?” – me perguntou.
“Vou estudar para a seleção do mestrado” – respondi.
“Que estudar o quê!? O Gordo tem dois convites para o baile de formatura de Administração no Gaúcho”.
“É mesmo? Hmmmm, então vamos, mas to sem grana”.
“Ah, eu tenho”.
“Beleza, onze horas passo aí”.
E nesse baile, quase na finaleira, convidei a Cris para dançar comigo e agora, três anos depois, ainda estamos dançando.
- O dia 18 de agosto, quando eu me formei e pude reunir família e amigos numa grande noite de um grande porre de felicidade, após cinco anos de faculdade.
- O dia do show dos Rolling Stones. Eu e meu amigo Mário fomos para Copacabana antes do meio-dia, ele para ir na academia e eu para ir no show. Nunca vi tanta gente reunida. Como diriam os Mamonas: “quantia xente! Quantia alegria!”.
- O dia posterior ao show dos Rolling Stones, quando fiz uma grande festa com meus amigos cariocas, e os dias seqüentes, quando fui para Guarapari passar o Carnaval na casa dum grande amigo meu, e na volta ainda cheguei em Capão da Canoa, onde o resto da família me esperava. Ta certo, aí já são vários dias... mas foram vários dias que foram como se fossem um. Tempos áureos e dourados.
- O domingo do carnaval 2005 no Rio de Janeiro, quando fomos num trio elétrico não sei onde de manhã, no Fla-Flu no Maraca de tarde e no Terreirão do Samba de noite.
- O dia 2 de junho de 2007, quando noivei com a Cris numa noite regada a vinho e namoro na frente da lareira numa noite de inverno...
- O dia que eu estava na mesa de áudio numa tarde qualquer lá na Rádio Jornal da Manhã, em Ijuí, e o meu amigo e colega Douglas teve um ataque de riso enquanto apresentava o Noticiário da Hora pela primeira vez. Isso foi por volta das 16h30, e lembro até hoje que eram 19h30, eu estava indo para a aula, e ainda não tinha conseguido parar de rir por nenhum minuto. Com certeza nunca ri tanto na minha vida como naquele dia. Até hoje, se lembro, começo a rir sem parar.
- A segunda-feira em que o Aranha passou lá em casa e fomos beber no 24 horas lá em Ijuí e ficamos até altas horas da madrugada jogando conversa fora.

10 jogos inesquecíveis
- Grêmio 2x0 Portuguesa – Final do Brasileirão 1996.
- Nacional 1x1 Grêmio – Final da Libertadores 1995.
- Ajax 0x0 Grêmio – Final do Mundial Interclubes de 1995.
- Brasil 0x0 Itália – Final da Copa do Mundo 1994.
- Náutico 0x1 Grêmio – Final da Segundona do Brasileirão 2006.
- Manchester United 2x1 Bayer de Monique – Final da Liga dos Campeões da Europa de 1999. O Bayer vencia por 1 a 0 até os 44 do segundo tempo, e o Manchester empatou aos 44 e virou aos 46. Simplesmente inacreditável.
- Grêmio 2 (3) 2x1 Palmeiras – Semifinal da Copa do Brasil 1996, quando o árbitro anulou o gol legal do Jardel aos 49 do segundo tempo. Esse gol levaria a decisão da vaga para a final para os pênaltis.
- Palmeiras 1x2 Cruzeiro – Final da Copa do Brasil 1996. Cruzeiro vingou o Grêmio. Nunca comemorei tanto uma vitória de um clube que não era o Grêmio.
- Brasil 4x2 Argentina – Tive a sorte de ver esse jogaço, que teve três gols do Rivaldo, um do Ronaldo, as duas seleções com o que tinham de melhor, com super times e jogando super bem, das arquibancadas do Beira-Rio.
- Grêmio 2x1 Inter – Brasileirão 2009, fiquei uma semana sem voz de tanto comemorar o gol do Maxi Lopes no Olímpico no Gre-Nal dos 100 anos. É bom ganhar Gre-Nal!

10 melhores times que já vi jogar (ou seja, desde 1990 – times nacionais e seleções)
- Alemanha campeã do mundo de 1990.
- São Paulo do Tele Santana bicampeão mundial – 1992-1993.
- Palmeiras bicampeão brasileiro 93-94.
- Grêmio do Felipão, 1995-1996.
- Seleção francesa campeã do mundo de 1998.
- Corinthians bicampeão brasileiro de 1998-1999.
- São Paulo tricampeão brasileiro 2006, 2007 e 2008.
- Seleção brasileira campeã da Copa de 1994.
- Seleção brasileira da Copa de 2002.
- Inter campeão do mundo de 2006.

10 melhores livros
- O tempo e O Vento – Erico Verissimo
- Dom Quixote – Miguel de Cervantes
- Comédia dos Erros - Shakespeare (como é comédia dos ERROS, eu tinha colocado erradamente a Divina Comédia, mas meu primo Gérson, sempre atento, me corrigiu aqui. Por sinal, eu já li também o livro do Dante, que também mereceria estar nessa lista, mas como prometi não alterá-la depois de publicada, deixo do jeito que está, apenas com essa consideração)
- On the Road – Jack Keroac
- Quando eu voltar a ser criança – Janusz Korczac
- Depois daquela viagem – Valéria Piassa Polizzi
- Pergunte ao pó – John Fante
- Hollywood – Charles Bukowski
- Triologia Suja de Havana – Pedro Juan Gutierrez
- Pena de Aluguel – Cristiane Costa (tinha que ter um acadêmico)

10 melhores filmes
- O leitor
- Forrest Gump
- A procura da Felicidade
- Encontrando Forrester
- Escritores da liberdade
- Onde os fracos não tem vez
- As invasões bárbaras
- Houve uma vez dois verões
- Amnésia
- Sete vidas

No próximo post seguem as demais listas, que confesso, são injustas, pois pensando um pouco já acho outros filmes, dias inesquecíveis, times de futebol, jogos marcantes e livros sensacionais que poderiam estar nessas listas.

5 Comentários:

  • po alemao, a divina comedia è do meu amigo dante, que fala comigo de madrugada no hotel!

    boas listas

    Por Blogger Zaratustra, às 14 de agosto de 2009 13:06  

  • Valew Alemão, inclusive, coloquei lá a seguinte consideração: Comédia dos Erros - Shakespeare (como é comédia dos ERROS, eu tinha colocado erradamente a Divina Comédia, mas meu primo Gérson, sempre atento, me corrigiu aqui. Por sinal, eu já li também o livro do Dante, que também mereceria estar nessa lista, mas como prometi não alterá-la depois de publicada, deixo do jeito que está, apenas com essa consideração)

    Por Blogger Eduardo, às 14 de agosto de 2009 18:32  

  • Até que enfim voltou. Não precisava das listas de futbol. Hehehe!

    Por Blogger Ana, às 14 de agosto de 2009 19:29  

  • Dudu, me explica uma coisa. Eu concordo que nascer e ver a luz deve ser uma sensação indescritível. Eu iria adorar reviver se ao menos pudesse me lembrar disso!

    Você lembra do dia em que nasceu?

    huahauhauahauhaua

    Por Blogger Aline, às 14 de agosto de 2009 19:41  

  • melhores jogos..eu mereço!
    pô MELHORES DIAS 22 de julho de 1985 o dia q a maninha linda nasceu!

    Por Blogger Carolina, às 18 de agosto de 2009 16:43  

Postar um comentário

<< Home