.

domingo, 2 de agosto de 2009

É tudo ilusão


Esses dias, minha mãe disse que não acreditava que o Michael Jackson tivesse realmente morrido. Disse que é tudo invenção, talvez uma estratégia para que o Michael pudesse viver em paz, sem a mídia por perto para encher o saco, até o fim dos seus dias. Enfim, depois de algumas gargalhadas, que deixaram a minha mamuxca um tanto irritada, fiquei pensando nas coisas que as pessoas não acreditam pelos mais variados motivos, e que teoricamente teriam acontecido. Isso me remete a questão do imaginário, estudada nas aulas de Sociologia da Comunicação, do Juremir, no primeiro semestre, e também nas aulas do Hohlfeldt, de Teoria da Comunicação. “A mensagem está no que o receptor interpreta, e não no que o emissor quis dizer”. Tenho essa frase anotada no meu caderno e, é verdade, se para a minha mãe o Michael Jackson não morreu, de fato, pelo menos no imaginário dela, Michel Jackson está vivo na sua Terra do Nunca, passeando pelos parques floridos de mãos dadas com duas crianças e cercado por belos animaizinhos...
Mas cada um tem as suas dúvidas. O David Coimbra, por exemplo, já falou publicamente em uma de suas colunas na Zero Hora de que até hoje ninguém conseguiu o convencer ou comprovar a real existência do estado do Piauí. Enquanto isso, uma penca de pessoas não acredita que o homem chegou à Lua. Já o meu amigo Ababelado, que está morando no Rio, acha que o Arion (Zinho) é fruto da minha imaginação. Ou seja: ele não acredita que o Arion exista de verdade! A leitora e amiga Ana, por sua vez, não acredita que já foi casada, pois ela vivia dizendo que nunca iria casar, ou seja, talvez os anos de matrimônio foram apenas um sonho, ou pesadelo, vá saber... Já a minha irmã e a minha prima Vanessa têm uma versão contrária ao “não acreditar”, pois elas acreditam que o mundo vai acabar em 2012, e inclusive, apresentam uma explicação teórica que, para elas, tem alguma lógica que explica tal fenômeno.
E eu? Bom, eu não acredito, até hoje, que o Inter foi campeão do mundo, ainda mais com um gol do Gabiru. Isso não passou de uma alucinação coletiva, aliás, já ouvi falar de muitos casos semelhantes. Mas enfim, cada louco com a sua mania e suas crenças, até porque meu irmão acaba de me dizer que não acredita que a governadora Yeda seja corrupta. De todas essas pequenas “loucuras”, para você, qual a que faz algum sentido?

6 Comentários:

  • tua mae ta certa, alemao. Michael Jackson tava endividado, todo mundo sabe disso. Criaram sua morte pra ele poder pagar suas dividas e voltar a viver feliz no seu planeta de origem, ao lado do Elvis e do Raulzito.

    E tem tanta coisa que eu nao acredito que seria mais facil me perguntar no que eu acredito. E eu nao saberia responder.

    Por Blogger Zaratustra, às 2 de agosto de 2009 20:07  

  • o Arionzinho não existe!kuakuakuakuakau!



    será?

    Por Blogger Ediliane Boff, às 2 de agosto de 2009 20:24  

  • Quanta honra ter meu nome citado no teu texto. heheh!

    Por Blogger Ana, às 3 de agosto de 2009 12:53  

  • Eduardo, seu traste!
    Avisa esse teu amigo que vou enviar a conta do analista para ele pagar... essa história de que eu não existo está me gerando muitas crises de identidade. E ainda mais sendo teu amigo imaginário, se fosse de qualquer outro tirava de letra... Ahmeudeusdocéu, eu não existo!
    Opa! Tem o lado bom, uma pessoa que não existe, não precisa pagar contas... humm, gostei! Esquece o analista...

    Por Blogger Espaço Diverso, às 3 de agosto de 2009 15:30  

  • Eu sempre compactuei com a teoria de que Michael Jackson vive. Ele se inspirou em caminho das índias, e foi para Dubay viver com um nome diferente. Cadê o corpo dele, por exemplo?

    Fala sério!

    Por Blogger Aline, às 4 de agosto de 2009 14:20  

  • dia 21 de dezembro de 2012!

    Por Blogger Carolina, às 5 de agosto de 2009 11:17  

Postar um comentário

<< Home