.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Polícia para quem precisa!?!?

Já disse isso várias vezes e não me canso de repetir: o Brasil é uma merda. E dessa vez minha indignação não é pelos infinitos casos de corrupção, mas sim, por absurdos que só acontecem no Brasil. Inicialmente, a torcida do Avaí (ou do Figueirense, não me recordo direito) foi proibida de levar cartazes protestando contra o larápio do Ricardo Teixeira em um jogo qualquer nesse ano. Aliás, o Teixeira representa muito bem como o mau caratismo no Brasil, além de não ser punido, ainda é recompensado. E agora a nossa gloriosa Brigada Militar (que já nem sei mais pra que serve) inventou de proibir a entrada de cartazes ofendendo o pilantra do Ronaldinho Gaúcho no estádio Olímpico, no domingo. Tudo baseado no estatuto do torcedor, que beneficia todo mundo, menos o torcedor. Enfim, conforme essa cartilha não se pode entrar no estádio com cartazes ofensivos contra terceiros. Quer dizer, pode tudo: pode um dirigente enriquecer as custas do desvio de recursos do clube, pode o Ricardo Teixeira encher o bolso de dinheiro vendendo amistosos do Brasil para países inexpressivos, pode os políticos roubarem bilhões de reais por anos, pode um PM desrespeitar e abusar de sua UTORIDADE contra o trabalhador, pode tudo, menos ofender essa cambada de PILANTRAS. Essa é a nossa BOSTA FEDORENTA de país. E ainda querem que nossas crianças DECOREM a merda de hino dessa republiqueta, que não passa de um paraíso destinado a todos os tipos de pilantras. Aliás, aqui nessa republiqueta a ordem é: se você é honesto, tá ferrado. Nunca vai ter grana pra nada, não vai ter dinheiro nem pra comprar o leite das crianças, um político corrupto leva a sua mulher e ainda te bota na cadeia porque você não tem grana pra pagar a pensão. Ou seja, o que você ganhou sendo honesto? Eu respondo: algo que essa corja não tem: MORAL. E é só isso que você vai levar dessa vida.
Mas, infelizmente, as pessoas honestas são cada vez mais sacaneadas pela cambada de pilantras e, numa republiqueta como a nossa, um ou dois capitães decidem que não se pode entrar no estádio com cartazes e, dessa forma, 50 mil pessoas são obrigadas a se submeter a essa vontade fresca. Puta palhaçada. Censura contra a imprensa já é foda, agora, querer censurar uma multidão é mais foda ainda.
E, como não me contento com a quantidade de esterco que a Globo vai querer me enfiar goela abaixo no domingo de tarde, vou ir de excursão para Porto Alegre assistir a esse jogo e ao espetáculo da torcida com meus próprios olhos. Com certeza a Globo, que tenta se travestir de defensora da moral e dos bons costumes (mas que passa novelas pornôs para a sua família todos os dias) vai tirar o som da torcida cantando, xingando o dentuço pilantra, e não vai mostrar qualquer tipo de manifestação visual, como os cartazes, que agora sequer vão entrar no estádio. Puta absurdo. Estão castrando o cérebro do povo. Imagina quanta coisa criativa daria para se fazer nesse jogo. Levar várias piscinas de plástico seria legal. Aliás, se alguém tiver como, uma boa idéia é alguém ir vestido de mergulhador. Será que vão deixar entrar?
Aliás, tem uma música que toca no CD da Galinha Pintadinha que poderia ser cantada pela torcida do Grêmio da seguinte forma:

A canoa virou
Por deixá-la virar
Foi por causa de um Moreira
Que não soube remar
Se eu fosse um indiozinho
E soubesse nadar
Eu fodia com outro Moreira
No fundo do mar

Enfim, tem gente que já me disse que eu, e a parte mais radical da torcida do Grêmio, estamos pegando pesado com o dentuço, mas essa censura e essa tentativa de controlar as manifestações só aumentam qualquer tipo de revolta. O que era uma revolta com potência de 1.000 wats se torna uma revolta com potência de 1.000.000.000.000 de woltz.
Para encerrar, uma dica para os gremistas: ao invés de tentarem entrar com algum cartaz no Olímpico xingando o dentuço pilantra, tentem desviar algum recurso público de alguma entidade qualquer, de preferência alguma da saúde ou da assistência social. Vão por mim: é bem mais fácil.
Eta paizinho de merda! Ah, e eu queria comentar ainda o caso da revolta dos estudantes da USP, mas essa vou deixar passar porque minha paciência já foi para o espaço há algum tempo.
Hasta!

1 Comentários:

  • "Para encerrar, uma dica para os gremistas: ao invés de tentarem entrar com algum cartaz no Olímpico xingando o dentuço pilantra, tentem desviar algum recurso público de alguma entidade qualquer, de preferência alguma da saúde ou da assistência social. Vão por mim: é bem mais fácil."

    Falou tudo cara...

    quando fazem protesto com bagunça a polícia reclama, aí agora o protesto ia ser totalmente pacífico, apenas com criatividade, e eles complicam também...

    querem aparecer isso sim...

    é tenso isso... é anticonstitucional na verdade...

    a polícia não tem que ver o conteúdo de cartaz que entra no estádio, nem tampouco tomar as dores dos outros. Se o Ronaldinho quiser se manifestar, ele que processe cada um dos que tiver com algum cartaz, mas não a polícia impedir assim. Afinal, cadê a liberdade de expressão?

    ahh... fala sério...

    Abraço ae manolo e se tu for no jogo, vê se volta sem voz, pelo menos poha... hahaha

    Por Blogger Mr. Gomelli, às 28 de outubro de 2011 19:48  

Postar um comentário

<< Home