.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Cadê o governo dos trabalhadores?

Os Correios estão em greve. Os bancos também. Curiosamente, comandados pelos seus TRABALHADORES: carteiros e bancários. Os dois prestam serviços fundamentais para a sociedade e, justamente por isso, deveriam ser valorizados. Assim como deveriam ser valorizados outros profissionais que tem sua moral e seu salário sucateados (como os jornalistas)... O que chama a atenção, é que isso tudo está ocorrendo em um país que é governado por uma presidenta que pertence a um partido que se autointitula dos TRABALHADORES. Aliás, esse foi, há muito tempo, um partido de esquerda. Porém, há um bom tempo, esse partido tem feito tudo o que os governos anteriores fizeram: sacrificam o povo para “honrar” as dívidas trilionárias que o Brasil possui com o decadente Estados Unidos (que em breve terá que deixar o comando do mundo para os chineses...). Ou seja, não importa se os bancários e os carteiros ganham pouco, se o salário mínimo é uma piada, se não existe saúde pública e educação pública minimamente decente, enfim, nada disso importa para o governo da Dilma, que está mais preocupada em visitar a Bulgária, terra de seu pai, com o nosso suado dinheirinho de contribuinte-otário. Assim como o sofrimento do brasileiro não importava para o governo Lula. Assim como importou menos ainda para o FHC Turismo, para o Itamar sem Calcinha, para Collor Mão na Poupança, para Sarney Cara de Pau, e assim, sucessivamente. Aliás, esse e outros governos vão continuar abrindo as pernas para os estrangeiros, enquanto o povo vai ficando cada vez mais para trás. E os fãs do Serra Drácula não fiquem dando risadinhas porque o cara de Chuchu, que se autoproclama O CARA da saúde deixou milhares de pessoas adoecerem de dengue quando ele era o ministro da saúde. Enquanto ele gastava milhões do seu ministério em propagandas na TV globinho, o povo ia morrendo, assassinado por um mosquito.
Aliás, o povo, no caso do Brasil, nada mais é do que um amontoado de cérebros não pensantes que sofre do mal de alzheimer. O povo brasileiro é o mais acomodado, preguiçoso e burro do planeta. A greve dos correios e dos bancos não vai resultar em nada. Todo ano tem greve. Sempre os trabalhadores aceitam as propostas ridículas dos patrões. Todo ano a imprensa trata do assunto com normalidade, mostra as filas nas lotéricas, as correspondências atrasadas, o povo ao mesmo tempo reclamando e apoiando a reivindicação e, se não há acordo, o Tribunal do Trabalho mete o bedelho no troço, mas, obviamente, para decidir a favor dos patrões. E quem sai perdendo são os trabalhadores, justamente em meio a um governo, que, teoricamente, deveria ser dos trabalhadores. Aliás, a única diferença do PT para os governos anteriores é que ele teve essa sacada fantástica de compra de voto através do bolsa-tudo. Ao invés de dar condições das famílias de baixa renda se desenvolverem e pensarem, dá-se uma migalha para que elas não encham o saco porque estão morrendo de fome... Mas, no resto, tudo continua exatamente igualzinho: taxa de inflação maior do que a de reajuste salarial, corrupção, desemprego, criminalidade em alta, etc. Aliás, os políticos da cúpula do governo continuam roubando e trocam-se ministros como uma mulher menstruada troca do mods... Por sinal, o que tem dentro dos dois não é muito diferente...
Enfim, o povo brasileiro é muito burro, preguiçoso e imbecil porque tudo isso acontece sem que nada seja feito. O Brasil, pelo seu tamanho, pelas suas riquezas, pela sua população, numericamente falando, deveria ser uma potência. Mas não. Ao contrário. O Brasil é uma fábrica de ladrões, larápios, sem-vergonhas que roubam e ainda são tratados por esse povo retardado como heróis.
Mas, enquanto a greve rola, e o povo sempre age como se nada fosse com ele, porque caso contrário, haveria uma invasão a Brasília e apedrejamento em praça pública do bando de crápulas, mentecaptos, nigromantes, que por lá roubam tranquilamente, enfim, enquanto o troço todo tá rolando, esse povo burro e besta está muito ocupado, pensando na vitória do Inter, na derrota do Grêmio, no show do Justin Biba, nas novelas emburrecedoras da rede globo (essa empresa não merece uma letra maiúscula). Ah, e daqui alguns anos tem Copa no Brasil. Força Argentina!
Hasta!
*Texto publicado em A Tribuna Regional.

11 Comentários:

  • hahahahaha pirou de vez, precisa xingar alguém sobrou pro povo. não vopu comentar para não brigar por esse blog... mas tens razão em partes..

    Por Blogger Carolina, às 10 de outubro de 2011 16:39  

  • ahh sim e a mídia, teus colegas jornalistas adoram criminalizar os movimentos sociais, inclusive os movimentos de greve, sempre mostrando os "prejuizos" à população com a greve

    Por Blogger Carolina, às 10 de outubro de 2011 16:40  

  • a mídia não sabe o que faz...

    Por Blogger Eduardo, às 10 de outubro de 2011 19:41  

  • Já fiz greve de professores, bati na porta do Piratini; tive patrões-governadores de todas as cores políticas, atacando-os a todos, e cheguei a uma conclusão: eles não se "sensiblizam" como eram as palavras de ordem, pois têm o poder na mão e sabem que acabamos aceitando o que derem, pois a população acaba ficando contra os grevistas e não contra os patrões; fiz greve de bancários, mesma conclusão; os banqueiros e os demais patrões não estão nem aí. Teríamos que achar outro meio de solução de conflitos. O duro é que sem empresas ou qualquer outro patrão\empresa, não existe emprego; é uma relação de amor e ódio; porém sem os empreendedores, não há trabalho, e ficar sem trabalho não dá. Como resolver? Ainda não sei. Fazer quebradeiras como em alguns países mais desenvolvidos? bombas? protestos? guerrilha??????????????????

    Por Blogger Athena, às 11 de outubro de 2011 04:21  

  • ah, e eu sabia que o governo dos trabalhadores não seria diferente dos demais, chamados de direita, ou do centro, liberal, neo-liberal, etc: todos querem o poder e se dar bem; ter a sua vez de roubar, onde já se viu só roubarem os mesmos, ao invés deles também poderem fazer o mesmo? aliás, como disse a Zélia, o povo é só um detalhe, esta massa informe que existe no mundo.

    Por Blogger Athena, às 11 de outubro de 2011 04:25  

  • O povo é como um elefante comandado pelo seu amestrador. Se ele soubesse a força que tem, tudo isso que vemos acontecer iria por terra!
    Mas discordo Alemão, a midia sabe muito bem o que faz e fica tutelando esses milhões de acéfalos dirigindo a atenção para onde é seu interesse.
    A resposta pra tudo isso está na educação, só com pessoas pensantes agindo é que vamos reverter esse quandro.
    Abraço

    Por Blogger Marcos, às 11 de outubro de 2011 05:34  

  • tudo em família..auhauhauha. então, a guerrilha é a melhor saída mesmo. o problema é juntar um monte de maluco que queira bota a cara pra bater...
    e me expressei mal, alemão marcos, a mídia (os donos) sabem o que fazem, mas muitos jornalistas que se acham OS repórteres são na verdade marionetes que não sabem o que fazem... foi nesse sentido que falei que a mídia não sabe o que faz...

    Por Blogger Eduardo, às 11 de outubro de 2011 10:09  

  • Porra alemao, vou fugir pra europa de novo!

    Por Blogger Zaratustra, às 11 de outubro de 2011 13:59  

  • porra alemão! tenho uma ideia melhor: primeiro fizemos a guerrilha, matando os corruptos, e depois compramo uma identidade, cpf e certidao de nascimento falsos no centro de são paulo e fugimos pra europa com outros nomes. e podemos fazer uma plastica no nariz e usar perucas que ninguém nos reconhecerá! porra!

    Por Blogger Laura Cavalheiro, às 11 de outubro de 2011 18:16  

  • bah, a guria saiu e deixou logado a conta dela...auhauha. bom, pelo menos o nome já troquei...auhauhau

    Por Blogger Laura Cavalheiro, às 11 de outubro de 2011 18:16  

  • Calma guri,nada está tão ruim que não possa piorar.

    Por Blogger Gilberto, às 12 de outubro de 2011 13:23  

Postar um comentário

<< Home