.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Tempos hipermodernos = sobra de tempo

Porra, no post anterior alguns leitorinhos falaram da falta de tempo. Porém, eu acho que nunca se teve tanto tempo na história da humanidade. Por exemplo: você não precisa mais sair de casa para ir até o Correio colocar uma carta para outrem. Para fazer isso, você fica com a sua bundinha encostada na cadeira e manda um e-mail. Você não precisa nem se levantar para fazer uma ligação no telefone com aquelas rodelinhas que rodeiam, você fala com a criatura no MSN ou liga do celular, que está no bolso. Você não precisa mais ir até a empresa que você está procurando emprego para entregar o currículo, pois, você manda por email! E, se você for, eles te dizem “pode mandar para esse e-mail” e te dão um cartão. Aliás, já se está chegando ao ponto de você não precisar nem sair de casa para fazer uma consulta médica. Você, em Bozano, em Viamão, em Canguçu, em Londrina, em Belém do Pará, em qualquer lugar, pode consultar com um especialistas que está em São Paulo ou em Nova York por webcam. E, inclusive, você nem precisa sair de casa para ir na aula, por tem milhares de cursos a distância por aí. Mas, nesse último caso, não vou entrar no mérito da questão, senão a discussão vai longe... Além disso, você pode saber tudo que está acontecendo sem ler jornal, revista, ou portais, pois a notícia vem até você no twitter ou no celular!
O que eu quero dizer é que as pessoas nunca tiveram tanto tempo para fazer o que querem. Podem pagar contas pela internet sem pegar filas em bancos, fazer transferências, consultar, assistir aulas, tudo sem sair de casa! Parece propaganda barata, mas é verdade. Aí, o cara faz isso tudo, e, muitas vezes, trabalha em casa mesmo, e vem dizer que não tem tempo para ler! Porra! Nunca se teve tanto tempo livre! Inclusive, você pode usar esse tempo livre para ter mais trabalho, mas aí é cadumcadum. Agora, imagine se você cursa uma universidade, trabalha e não tivesse todas essas possibilidades. Aí sim, você poderia se queixar de tempo: que horas você vai consultar? Que horas você vai passar no correio para mandar aquela carta? Que horas você vai enfrentar uma fila de banco para pagar uma conta? Ãhn?? Tempos hipermodernos da pré-história (ver dois textos anteriores) são tempos com muito tempo livre. Minha bisavó e meu tataravô, sim, poderiam se queixar de falta de tempo.
Mas, como diria o meu glorioso prefeito de Ijuí, Fioravante Ballin, o debate sempre é salutar! Salud!

6 Comentários:

  • é óbvio que cada um ocupa o tempo como quer; eu, por exemplo, leio quando e onde estiver, sempre tenho algo embaixo do braço - revista, jornal, livro, bula de remédio...mas que o tempo falta pra tudo que a gente quer fazer depois que se aposenta, é uma verdade...rsrsrsr...abraço!

    Por Blogger Athena, às 20 de maio de 2011 12:57  

  • O tempo é relativo. Porra alemao

    Por Blogger Zaratustra, às 20 de maio de 2011 14:13  

  • Porra, Alemão! Que texto bobo! cada avanço tecnológico (computador, internet, celular, tudo!) traz consigo novas demandas. O celular faz com que teu chefe te encontre a toda hora. O email faz com que você leia e escreva em um dia mais cartas do que qualquer cidadão do século XVIII seria capaz! A rapidez com que a gente pode realizar determinadas tarefas não significa mais tempo livre: significa mais tarefas e prazos mais curtos para realizá-las. Tá na hora de você rever seus conceitos.

    Por Blogger ababeladomundo, às 22 de maio de 2011 17:23  

  • Eu ia dizer, mas o ababela... já falou! Por exemplo, 3ª feira é o dia em que trabalho à noite, hoje entrei na internet as 7:30, olhei os e-mails, blog, blogs dos alemãos, orkut, facebook... quando eu vi era 11:40! E eu não tinha feito nada de produtivo!
    Porra alemão!

    Por Blogger Marcos, às 24 de maio de 2011 14:45  

  • porra, então, tu não fez nada de produtivo porque tinha tempo livre e ficou fazendo bobagens!! auhauhau. e abebelado, fiquei me perguntado ao ler teu comentário: tá, e daí?

    Por Blogger Eduardo, às 25 de maio de 2011 10:12  

  • Então, esse monte de facilidades que a gente tÊm agora, favorece o esbanjamento do tempo livre!

    Por Blogger Marcos, às 25 de maio de 2011 11:54  

Postar um comentário

<< Home