.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Mais uma dos cachorros...


Não foi boa idéia deixar a Pretinha solta aqui na frente. Cheguei em casa, havia um cachorro preto, bem mais alto que ela, pulando feito um canguru e mijando na frente do portão. Fiádaputa, pensei. Acelerei o passo e espantei o diacho, que saiu meio desconfiado, com as orelhas erguidas. “Some daqui antes que te cape, fiádumacadela desavergonhada”, disse, e ele se mandou, sem olhar para trás. Já o Jamelão, estava enlouquecido do outro lado do portão que separa o pátio da frente do pátio de trás, dando pulos de raiva. Enquanto isso, a Pretinha, essa cadela bagacera, estava lá, se chiniando feito uma quenga no portão. Quando abri o portão para ela ir lá para trás, o Jamelão deu umas mordidinhas nela, e eu dei o primeiro conselho importante nos quatro meses de vida dele: “pode morder Jamelão, ela merece”. Mas depois tive que separar os dois, antes que eles descumprissem a minha ordem de que não quero trepação no pátio da minha casa.
Tranquei a Pretinha no galinheiro, digo, no canil, prendi o Jamelão na sua corrente e fui até a lavanderia, curioso para saber se a Pipoca ainda estava viva. Estava. Abri, e ela saiu cheirando tudo. Há pouco eu estava sentado ali fora, na cadeira de balanço da minha mãe, e ela estava ali, de prontidão, espantando os cuscos que vinham atrás da Pretinha. “Isso aí Pipoca, não vamô da mole pra esses fiádaputa”. E ela latia furiosamente, arrancando das cordas vocais os seus últimos latidos. Agora ela está aqui, coçando a piriquita, sentada do meu lado. Deve estar com saudades do sexo oral que o Jimbo fazia nela. Depravada! Pior que, onde eu vou ela vai atrás. Acha que vai ganhar comida, coitada. Não posso deixar as portas abertas que ela entra.
Para finalizar, funcionou minha tática de dar só ração para eles de meio-dia. Não cagaram muito. Aliás, a pretinha só largou um trocinho de nada na garagem (antes que o pai leia e pire, esclareço que já limpei a calçada) e o Jamelão praticamente não cagou de tarde. Já a Pipoca, só fez uma focinha na lavanderia. Também já está limpo. Mas estou começando a achar que limpar merda e mijo de cachorro todos os dias não é bom. O que eu faço com esses bichos?

1 Comentários:

  • idiota, não vá matar meus cães de fome! e não é pra deixar a poca na lavanderia, tadinhaaaaaaa prende esse jamelão no canil e deixe minhas gatinhas soltas!!! e não xingue a pretinha, ela eh uma anja!

    Por Blogger Carolina, às 4 de janeiro de 2009 19:01  

Postar um comentário

<< Home