.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

É só trazer o note...

Estou indo amanhã ao meio-dia para São Paulo para participar do 6° Encontro da Sociedade Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (Sbpjor), que será realizado na Universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo do Campo, até sexta-feira. Portanto, não postarei nada, no mínimo, até domingo.
A viagem nem começou ainda e já estou me divertindo. Na semana passada liguei para o hotel, que não me recordo o nome e estou com preguiça de ver no site, e uma senhora com voz de uns 116 anos me disse para ligar nessa semana para fazer a reserva. “All right, bybe. You are sweet”, respondi docemente.
Hoje fui ligar, esperando ouvir aquela voz do além, mas não. Atendeu uma mulher com voz de tele-sexo. Manja aquela voz macia, suave, meio rouca e, ainda por cima, com sotaque paulista? Pois é, é a voz da atendente que me atendeu há pouco. Eu liguei e expliquei o que a matuzalém tinha me dito, e ela me perguntou de cara:
- Ah, é do congresso da Metodista?
- Isso mesmo.
- Então, (paulistas sempre dizem então, acompanhado de vírgula) só me passa o seu nome que eu faço a reserva.
- All right, bybe.
E passei o meu nome para ela, que respondeu “ok”, e eu disse “ok, é isso”, e ela retrucou “é isso” e eu desliguei e isso foi tudo. Mais tarde, há poucos minutos, resolvi ligar para ver como faço para chegar no referido hotel, já que chego na rodoviária do Tietê, e o hotel, bem como a universidade, fica em São Bernardo do Campo. Ela não sabia, e ficou pedindo mil desculpas, e eu dizendo “capaz, não tem problema”, só que depois que desliguei que lembrei que fora do Rio Grande do Sul ninguém sabe o significado de “capaz”. Não “capaz” de ser capaz, mas sim de capaz do tipo “não tem problema” ou “não brinca”. Mas passou. Voltando a ligação, também perguntei se tinha internet no hotel, porque lembro que num em que fiquei nos castelhanos certa vez tinha computador com internet. But, a resposta que ela me deu foi desconcertante:
- Tem sim. É só trazer o notebook.
- All right. All right – respondi. Agora só me falta o notebook. Pedi o do meu irmão, mas ele berrou: “Bem capaz (olha o capaz de novo)! Ficou louco guri?”. Enfim, se eu quiser entrar na net terei que procurar alguma lan house, algo pouco provável, a não ser que seja para falar com a Cris, óbvio. Aliás, como disse certa vez o David Coimbra: “Mulher e mãe brabas são um problema”.
Bem, para encerrar, na sexta-feira apresento o meu trabalho: “Erico Verissimo e jornalismo: a hipótese da espiral do silêncio em Incidente em Antares”. Antes eu quis treinar apresentando para meu irmão, minha mãe ou meu pai, mas nenhum deles topou. Minha mãe disse que estava com sono, meu irmão me xingou de novo e bateu a porta, e meu pai disse que estava com dor de cabeça. Quis trazer a Pretinha, a Pipoca ou o Jamelão, meus três cachorros, mas, além de não ouvirem a minha apresentação, também não me deixaram treinar com os caninos, sob a alegação de que eles bagunçariam a casa, defecariam e enxeriam os recintos de pulgas. Coitadinhos. Quanta calúnia! Eles podem até não entender, mas pelo menos ficam me olhando com ar de pidão, interrogativos e com a cabeça torta de burrinho.
Agora sim, para encerrar, acabei apresentando de mim para mim, e acho que ficou legal. Até me aplaudi quando fechei o último slide. Agora é viajar, chegar, descansar, assistir, apresentar e voltar para depois tentar contar tudo o que se passar aqui para vassuncês! All right? E, como diria o Anonymus: Voltaremos!

5 Comentários:

  • hahaha
    pô, não acredito q ngm kis ouvir tua apresentação, essa tal de silêncio dos inocentes...em antares..sei lá
    haha
    pobrezinhos do jamelão, pretinha e pipoca..pensando bem, axo q a pipoca nem escuta mais, mas...enfim...
    qndo ler o coments já estará de volta.. depois kero saber da viagem pra sampa..s tu ver minha irmã diz q eu mandei pedir dinhero, quer dizer, mandei um abraço hehe
    até!@hotmail.com

    Por Blogger carolinaroratto, às 17 de novembro de 2008 19:38  

  • Apesar de tudo, boa sorte Carlos Henrique. Já te matei do meu coração, mas que sua jornada seja melhor que a minha!

    aheuahuehauehuaeh


    :**

    Por Blogger Jojo =], às 17 de novembro de 2008 20:03  

  • Esse traste em São Paulo? Tenho medo... hahaha

    Por Blogger Espaço Diverso, às 18 de novembro de 2008 02:54  

  • a roratto vai apanhar! lógico q a pipoca escuta..isso eh bem feito pq tu tb nunca ker ouvir os meus trabalhos! maldito bugre
    boa sortee
    boa viagemn
    e te comporte

    Por Blogger Carolina, às 21 de novembro de 2008 13:26  

  • ehheheh..
    mas como Ritter.. com um super salário que nós jornalistas ganhamos hauhauaa.. tu ainda não tem um note?? hehehehehehhe
    que fase!!!
    hehauhauahuahaua

    Por Blogger Maraisa, às 24 de novembro de 2008 03:40  

Postar um comentário

<< Home