.

domingo, 13 de novembro de 2011

Decadence avec elegance



Estou sentindo que esse blog está envelhecendo igual a uma prostituta: já teve seus bons momentos, mas agora ninguém mais quer saber. Lembro-me de quando apareciam leitores de alguns lugares estranhos do Brasil, que achavam o link do blog de formas mais estranhas ainda, e, além disso, os leitores tradicionais sempre apareciam por aqui com certa frequência. Por curiosidade, li dias atrás um livro que se chama “Blogs: revolucionando os meios de comunicação”. Trata-se de um excelente livro, mas, sinceramente, é quase uma da manhã e não estou com saco de explicar o livro ao preguiçoso leitor (falo no singular, porque ultimamente o leitor está sendo singular). Lendo o tal livro, percebo que meu blog realmente é uma bosta. Nem entre os lunáticos eu consigo ir bem. Enquanto os blogueiros espanhóis mais chinfrins conseguem, brincando, uns 100 acessos e uns 30 comentários diários, eu fico louco de faceiro quando meia dúzia acessa e dois ou três gatos pingados comentam (os alemões). Inclusive, se não fossem os alemões, eu nem escreveria mais (pelo menos aqui).
Outra coisa que descobri lendo o livro é que existe muita gente como eu no mundo: pessoas que escrevem um blog por terapia. Inclusive, esse é um tipo de blogueiro: o que escreve por necessidade, ou seja, escreve bobagens e publica como uma forma de acalmar os nervos, os pensamentos, enfim, uma forma de evitar que a loucura se acentue intensamente e rápido demais...
Mas confesso que a decadência do meu blog está se dando, dentre outras coisas, por pura preguiça (ou cansaço) desse que te escreve. Não uso mais estratégias de divulgação, como ir comentar no blog dos outros, ou nos sites dos grandes grupos de comunicação (já houve casos de leitores do site da ZH que descobriram meu blog por algum comentário que fiz lá) e não fico mais enchendo o saco de todo mundo no MSN para que leiam meus textos. O máximo que faço, sem obter praticamente nenhum resultado, é colocar o link do blog no twitter, facebook e Orkut. É foda e é triste. Foi-se o tempo em que vagabundos românticos conseguiam se dar minimamente bem. Hoje em dia vagabundos românticos só levam no rabo enquanto dormem e viajam (na maionese).
O meu consolo é que não sou só eu que estou em decadência. O site da Zero Hora mudou o seu layout, só que foi para pior. Conseguiram piorar o que já não era lá grandes coisas. Na tentativa de fazer algo mais fácil de navegar, fizeram algo simples demais, e ficou parecendo o site de algum jornalzinho de beira de estrada do sertão gaúcho. Bom, admito que o layout do meu blog é o pior possível, mas não sou eu que cuido dessa porra toda. E mais: eu não recebo nada pra isso, a não ser o mínimo de sanidade.
Bom, acho que já não estou falando coisa com coisa. Chega de lamúrias. Vou dormir ao invés de ficar falando sozinho internéticamente.

7 Comentários:

  • Porra alemao! Eu tb perdi meus leitores...uma época eu chegava perto dos 20 comentàrios por post. Agora nem isso.

    Falando nisso comenta là que tem texto novo, coisa rara hj em dia. Novo quer dizer de uns 4 dias atràs.

    mas nunca se esqueça alemao, o importante è o que importa

    abraço ae alemao

    Por Blogger Zaratustra, às 14 de novembro de 2011 12:46  

  • pobre ore hahaha eu leio qdo não eh sobre futebol

    Por Blogger Carolina, às 14 de novembro de 2011 14:00  

  • bããe... seguindo essa lógica, já teria largado meu blog faz tempo... em mais de dois anos, só um texto passou de cinco comentários...

    mas como eu escrevo lá muito mais como forma de terapia... sigo escrevendo... e quem quiser que leia e que comente... quem não quiser... paciência...

    segue ae manolo...que os leitores fiéis continuarão por aqui...

    abraço ae!

    Por Blogger Mr. Gomelli, às 15 de novembro de 2011 19:59  

  • Eu tenho lido toda vez que sai algo novo. Porra alemão, estive na feira do livro em POA, demorou um pouco mas achei a Trilogia Suja de Havana. Já estou lendo, o cara é foda mesmo!
    Fiquei com a impressão de que não lês o meu mísero blog, pois nunca mais vi um comentário teu. Abraço alemão e não nos abandone, segue escrevendo.

    Por Blogger Marcos, às 17 de novembro de 2011 03:25  

  • oi, Duduzinho; tb estou com este mesmo sentimento, ninguém lê meu blog, só meu irmão e meu filho....te consola comigo; eu leio sempre aqui, só não tenho comentado, mas "curto" no face, sinal que li; e minha opinião é igual da Carólis: sobre futebol não leio. Não desiste, c'est la vie, mon ami!

    Por Blogger Athena, às 17 de novembro de 2011 12:28  

  • Mainha lê mas raramente comenta... vai em frente, piá, sem essa de decadence... qdo é s/futebol tb não leio. Mamy gosta de teus escritos, e no fundo, no fundo, acho q queres elogios... rsrsrs....

    Por Blogger Nara Miriam, às 18 de novembro de 2011 03:32  

  • isso na verdade é carencia bloguìstica. Freud Flintstone explica

    Por Blogger Zaratustra, às 18 de novembro de 2011 17:22  

Postar um comentário

<< Home