.

sexta-feira, 18 de março de 2011

A máquina

A máquina é uma máquina: completa com todas as peças no lugar. O que era para estar na direita, está na direita. O que era para estar na esquerda, está na esquerda. O que era para estar em cima. Adivinhem? Está em baixo. A máquina é tão perfeita que até o que não é perfeito, torna-se perfeito. A máquina tem a altura e a largura em proporções mais que perfeitas. Mas é um mais que perfeito no sentido popular do termo, ao contrário do pretérito mais que perfeito. Aliás, quem colocou o “mais que perfeito” na nomenclatura desse tipo de pretérito? Vejam só o exemplo: ele comprou a máquina com o dinheiro que ganhara. Nessa frase, para aquém da máquina, nada é mais que perfeito. Apenas a máquina é mais que perfeita.
Agora, o melhor da máquina, é quando você se torna o maquinista. Inclusive, com a máquina acontece o seguinte:
Você primeiro olha e constata: é uma máquina. Melhor, é A MÁQUINA. Depois, você baba. Em seguida você olha para as outras máquinas e pensa: “as outras são apenas maquinhas, máquinas comuns, não são A MÁQUINA”. Então, você passa a analisar: comparar A MÁQUINA com as outras máquinas é como comparar o Santos de Pelé com os outros bons times. Os outros times que marcaram época, como o Botafogo de Garrincha, o Flamengo de Zico, o Grêmio de Renato, são apenas bons times. Entretanto, o Santos de Pelé é o Santos de Pelé, e nada mais precisa ser dito. É isso que você pensa quando olha A MÁQUINA. Você pensa: “a máquina basta por ela mesma. Não preciso dizer mais nada”. E, então, o cara que está ao seu lado, que ouve o seu comentário, apenas balança a cabeça afirmativamente e concorda, com cara de Chapolim Colorado: “urrum”.
Mas, depois de você olhar A MÁQUINA, você decide que quer tê-la. Acontece com todos. Por incrível que pareça a máquina é mais acessível do que vocês pensa. Basta você ter a manha. Então, usando artifícios mágicos, você se torna o maquinista. Quando você se torna o maquinista você se sente poderoso. Ou melhor, você FICA poderoso. Qualquer pessoa que tenha A MÁQUINA é uma pessoa poderosa. É uma pessoa feliz. Após ser o maquinista, o sujeito pode ter uma vida miserável, pobre, trágica, entretanto, ele será feliz, pois, um dia, ele foi o maquinista. E o maquinista está condenado a ser feliz pelo resto da vida, independente do quão miserável e rastejante seja a sua passagem pelo planeta.

Enfim, chega de falar na máquina. Quem quiser saber mais, que a procure. Onde? Também não sei. Pergunte ao Mestre dos Magos.

3 Comentários:

  • A máquina se encontra no rio que corre ao contrário, depois do vale dos danados. Para chegar até lá, você terá que derrotar seu pior inimigo. Que é você mesmo.

    Por Blogger Zaratustra, às 18 de março de 2011 09:46  

  • a máquina mais q perfeita eh obra do capitalismo q substitiu os homens pelas máquinas, afinal elas são mais q perfeitas hauhauhauhauhaua viva la revolución

    Por Blogger Carolina, às 18 de março de 2011 17:50  

  • Eu já tive a máquina! Era aquela que tinha Figueroa, Falcão & Cia. Hehehehehe
    Porra alemão. vamo marca um almoço ou uma janta!

    Por Blogger Marcos, às 19 de março de 2011 20:26  

Postar um comentário

<< Home