.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Eu e minha figurinha

O nesse momento! Fui!!!! Que o fim virou começo, enquanto o Lobão canta: “Quem é que vai pagar por isso?????”. Contecend. cÉ inacredi tável, mas estou escrevendo essas palavras com a Larissa no meu colo, tentando mexer no mouse, enquanto observa, atentamente o barulho do teclado. Enquanto ela não clicar lá no fechar, está bom. Ddtydtvtjh68 b mjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj.
Agora ela escreveu essas letras aí de cima e agora está brigando pra desligar as caixinhas de som que estão tocando Lobão. Conseguiu. Acabou de me olhar, como se perguntasse: “não vai brigar não?”. Agora está ligando e desligando. Achou uma distração, por isso estou conseguindo escrever. Ela aperta, desliga. Fica silêncio. Ela fica olhando a caixinha. Aperta de novo, liga. Faz som. E então ela desliga novamente. E assim segue.
Agora a aventura está mais perigosa. Ela descobriu os botões do monitor e está tentando apertar todos, um por um. Voltou para o mouse. Acho que ainda vou perder esse texto..oiiiiiiiii3 cvx bgfgvccvvvvv b v
]2222/o.op0000000000000000000000000000jk
Não tem condições. Não sei o que ela fez que a flechinha virou uma lupa. Voltou para a caixinha de som. Ela fez aparecer um monte de coisa aqui, e enquanto eu dizia “não”, ela gritava “paaaaiaaaaa!”. E agora ela desliga o som, me olha e dá risada. Liga, me olha e começa a dançar Lobão. É uma figura. Amo demais essa guria! Se fico um dia sem vê-la, parece que faz um mês, e fico maluco de saudades. Está tentando apertar o botão que desliga o monitor, mas não consegue. Já é meia noite e meia. Ela dormiu três horas, das seis às nove, e agora está a mil por hora. Começou a ligar e desligar a caixinha de forma alucinada. Acho que vai estragá-la. Não para um minuto. Acho que vou sair daqui antes que eu definitivamente perca esse texto. Voltemos ao Fofão, sua nova paixão. Pois é, comprei o DVD do Balão Mágico nos camelôs e ela adora o Fofão. Ontem, dormindo, ela chamava “Fofão! Fofão!”. Enfim, acho que vou lá no quarto ligar o Fofão, o que provavelmente vai interromper o sono da mãe dela. Mas, como diria o Juremir Machado da Silva, faz parte do jogo.
Ela está tentando descer do colo pra brincar com a cadela. Os periquitos estão dromindo. Pegou meu relógico com uma mão e um CD com outra e está cantando alguma coisa como Patati ou Galinha Pintatinha. Agora botou o mouse em cima do CD e está clicando sem parar no troço. É incrível como ainda consigo continuar escrevendo. Acho que nenhum escritor escreveu algo com alguém tentando detê-lo como está a

1 Comentários:

  • eu preparava aulas, corrigia provas e redações com Sílvia ou Gérson no colo, quando não eram os dois. Vai te acostumando; daqui uns dias vem outro e a coisa melhora; tu só vais trabalhar da 1/2 noite às 6, quando eles dormem. Grande abraço a todos, bjs, saudades. Loli

    Por Blogger Athena, às 21 de agosto de 2012 10:21  

Postar um comentário

<< Home